Nossa caminhada começa na ponte histórica, construída no séc. XVIII sobre o rio das Almas. Seguimos rumo a leste margeando o rio e com vários locais para banho, a trilha segue na mata ciliar de galeria, após a ponte pênsil, atravessamos a pedreira, local exótico com bela vista da cidade de Pirenópolis.

A trilha segue para a cachoeira da Usina Velha, parada para lanche, banhos e hidromassagens. Já subindo a serra dos Pireneus passamos pelo canyon das Andorinhas, o ribeirão Barriguda passa entre paredões de Quartzito formando um lindo canyon com cachoeiras e piscinas, a trilha passa na borda do cânyon em direção a Reserva do Abade passando por várias paisagens de cerrado, esta trilha é histórica usada por garimpeiros de ouro nos séculos XVIII e XIX com direito a visita a uma antiga vila de mineradores.

A caminhada chega ao Abade, no local 04 cachoeiras e piscinas para banhos relaxantes.

Retorno para Pirenópolis no carro de apoio.